segunda-feira, 2 de março de 2009

Terramoto de 1969

Fez no passado dia 28 de Fevereiro, 40 anos que ocorreu um violento abalo sísmico (abalo telúrico) em Portugal (grau 7 já nem sei de que escala … Mercalli, salvo erro).

Eu tinha 6 anos. Lembro-me de poucas coisas que aconteceram quando tinha essa idade. Mas não me esqueço da forma como acordei naquela noite. Os meus pais fugiram de casa. A confusão e o susto foram tão grandes que eles até se esqueceram de mim … e eu lá acordei com aquela tremideira e com um barulho estranho, muito estranho!. Contudo, não cheguei a sentir o pânico que invadiu a restante população lá da aldeia … e do restante Portugal.

O País foi fortemente sacudido. O povo saiu à rua e ali permaneceu durante a madrugada, ao relento, receando o grande, o decisivo novo terramoto que tudo devastaria. Nestas alturas vislumbra-se logo o Apocalipse!

A coisa gerou mais uma corrida às igrejas, velinhas aos santos, procissões na rua e esperança na governação salazarenta que haveria de reconstruir o que o tremor de terra tinha destruído.

O facto de Portugal se encontrar perto da fronteira entre duas placas tectónicas, a Africana e a Euroasiática, torna-o vulnerável aos movimentos destas placas. Por isso, periodicamente a tremideira volta com força … há que ter fé e esperar que tal só volte a acontecer no próximo século … e lá para o fim …

A pior tragédia ocorreu em 1755. A segunda, mais suave foi em 1969. Esperemos que a coisa se conserve por mais 200 anos, e que volte a ser ainda mais calma! Sendo certo que esse já não deve atormentar nenhum dos que ler esta coisa, embora eu saiba que anda aí malta com uma larga esperança de vida!

Aqui fica a recordação … para os que em 1969 já eram vivos!


5 comentários:

Magali disse...

Ora cá estou de novo e não foi por causa do "estafermaço"que deixei de aparecer porque certamente o tal "bocarras" estava a ver-se ao espelho ...
Bom, tenho andado atarefada devido à crise, pois o euromilhões não veio ainda jantar comigo. Quem sabe este fim-de-semana...
Achei graça ao comentário sobre as tremedeiras de 1969. Povo inocente e ainda mal informado sobre estas coisas. Actualmente com tanta informação a zurzir-nos as orelhas já nem ligamos.
Pois bem , voltando ao assunto: os seus pais esqueceram-se de si ... comigo estava a dormir tão bém ... até que a minha mãe resolveu acordar-me e dizer "levanta-te é um tremor de terra" Se bem me lembro quando me levantei já tudo tinha passado. E lá me fui preparar para ir para o trabalho, que nessa altura tínhamos que chegar a horas ...
Até breve. MAGALI

sc disse...

Entendi-te

Ideiafix disse...

Já vi que vocês só vão deixar de se picar quando eu vos levar aos “Frères Troisgros”. Vamos enterrar o machado de guerra!

sc disse...

Nos entretantos podemos ir ao Zé Pinto comer um entrecostozinho com arrôs de feijão. Que tal?
P.S. - Por acaso, e nisso saio ao meu falecido pai, tenho uma boquinha pequena e bem desenhada. Dizem ...

nosmoking disse...

VIVI na hora, o Terramoto de 28 de Fevereiro de 1969... Tinha já um (casal) de meninos; um com 4, outro com 3 anos."A fábrica estava nova." Quem me acordou a prevenir uns momentos antes de o sentirmos, foi m/ Mãe. Foi a AVÓ que lembrou os meninos que dormiam a sono solto. Fomos buscá-los à Cama e descemos todos até à rua.
As escadas pareciam Baloiço, mas lá descemos, em busca de um paraíso que neste caso só acontece, Se, acontecer.
Mas aos e para PACÓVIOS; que tem isto a ver com SALAZAR, o rei/desejado...?