sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Para começar bem o fim-de-semana

Um jovem ventríloquo estava a fazer um espectáculo num bar duma cidade do interior.

Estava a exibir o seu repertório habitual sobre a burrice das loiras, quando uma loiraça sentada na quarta mesa se levantou e disse:

- Já ouvi o suficiente das suas piadas a denegrir as loiras, seu idiota.
O que é que o faz pensar que pode estereotipar as mulheres dessa maneira? O que é que têm a ver os atributos físicos de uma pessoa com o seu valor como ser humano?
São homens como você que impedem que mulheres como eu sejam respeitadas no trabalho e na comunidade, o que nos impede de alcançar o pleno potencial como pessoa.
Por sua causa e por causa das pessoas da sua laia perpetua-se a discriminação nao só contra as loiras, mas contra as mulheres em geral... tudo em nome do humor!!!

Confuso, o ventríloquo começou a pedir desculpa, e a loira diz:

- O senhor não se meta. Estou a falar com esse rapazinho que está sentado no seu colo!!!
***********************************

Já agora. Apreciaram bem a fantástica capa de LP que coloquei a ilustrar este post?
Outros tempos! Outras músicas!
Esses outros tempos fazem-me lembrar aquela história de às vezes fazerem falta "seis meses de ditadura para endireitar as coisas".
Ideias de idosa morena ... que às vezes parece loura!

1 comentário:

sc disse...

... e as mais das vezes tonta!