terça-feira, 18 de novembro de 2008

Banksy

Prosseguindo com os artistas plásticos (e isto não significa necessariamente tipos que fazem arte com plásticos mas, tal como resulta do post anterior, até pode ser …), hoje trago aqui mais uma recomendação artística.

O Banksy.

Este moço (que pode muito bem ser uma moça, pois a figura se já não é, pelo menos até há uns tempos era misteriosa) é genial.

Se não conhecem, tratem de ir apreciar arte muito bem humorada no website do Banksy. (Fernanda, para entrar no site basta carregar na palavra website … com o rato, não é com o dedo!).

Os desenhos são interessantes, a arte indoor fabulosa, mas a secção de outdoors é imperdível.

A amostra que está no site não é completa mas contém várias imagens, muitas delas já conhecidas, sendo que algumas entretanto passaram a valer fortunas. Porém, como a maioria dos graffitis foram feitos em paredes, é difícil levar os frescos para casa, ou para o atelier da esquina!

(Para verem as imagens, vão andando com a barra para a esquerda e no final – umas vezes no lado esquerdo, outras em baixo – carreguem em NEXT. Desculpem se esta explicação vos parece ridícula e paternalista, mas a primeira vez que vi o site pareceu-me que só tinha uma única imagem nos outdours, e não quero que percam as várias galerias de graffitis, pois alguns, para além de surpreendentes, permitem aquele sorriso que vos vai fazer bem à saúde … vão por mim!)

Se quiserem saber mais sobre o(a) Bansky … a net está cheia de informação…
… aliás, basta ir à wikipedia em:
http://en.wikipedia.org/wiki/Banksy

Para terminar reproduzo aqui o manifesto do Banksy:
"When I was a kid I used to pray every night for a new bicycle. Then I realised God doesn’t work that way, so I stole one and prayed for forgiveness". (Emo Philips)

Mais palavras para quê? É um artista inglês …

1 comentário:

sc disse...

Será que a "Fernanda" é a que eu estou a pensar? Eu nem lhe vou dizer nada...